SALTO DO YUCUMÃ O MAIOR SALTO LONGITUDIN

A contribuição do GeoRoteiros para os movimentos de geodiversidade no Brasil

Em 2009, surgia a ONG GeoRoteiros, fundada por um grupo de estudantes do curso de Geologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), Rio Grande do Sul. A ideia central deste grupo sempre foi divulgar a geologia para o público leigo no assunto. Nesse sentido, o GeoRoteiros teve como inspiração inicial o percurso realizado pelo projeto “Caminhos Geológicos do Rio de Janeiro/DRM” e, com isso, começou a mobilizar e a organizar atividades incentivadoras da conservação dos patrimônios geológicos do Estado do Rio Grande do Sul. Hoje, conta com o apoio científico dos professores do curso de Geologia da UNISINOS, bem como do Instituto Tecnológico de Paleoceanografia e Mudanças Climáticas – itt Oceaneon.

Figura 1. Primeiro campo da ONGGeoRoteiros, Município de Torres, situado na Planície Costeira do Rio Grande do Sul, 2009.

Assim, é com imensa alegria que compartilhamos as parcerias que o grupo está estabelecendo com os movimentos dos geoparques (tais como Cânions dos Cânions do Sul, Caçapava do Sul e Quarta Colônia).

a)

b)

c)

Figura 2. (a) e (b) redes Sociais dos Geoparques Caminhos dos Cânions do Sul e Seridó, destacando a indicação de seus projetos pela (c) Unesco para o Chancelamento destes a “Geoparques Mundiais da entidade das Nações Unidas – UNESCO” ( https://en.unesco.org/news/unesco-global-geoparks-council)

Além disso, comemoramos também a aprovação da UNESCO, entre os dias 8 e 11 de dezembro, que, por meio de seu Conselho Global de Geoparques, indicou para endosso o Caminhos dos Cânions do Sul como um Geoparque Mundial da Unesco. Também faz parte desta mesma lista de aprovação outro geoparque brasileiro: o Geoparque Seridó/Rio Grande do Norte. Dessa forma, o grupo GeoRoteiros compartilha deste momento de alegria, pois teve a possibilidade de fazer parte desta história de reconhecimento dos Geoparques.

Por fim, reforçamos e manifestamos o nosso sincero apoio para que os projetos de geoquarques Quarta Colônia e o de Caçapava do Sul também sejam aprovados em breve!

 

Texto: Priscila dos Santos Eblin

Revisão: L. Filipe Leite, Mauro Daniel Rodrigues Bruno

apoiador.png